A Vida

       Viver é existir e desfrutar da riqueza de recursos que se constitui em corpo e mente de infinitas capacidades e possibilidades, podendo interagir com o universo de tantas outras formas de vida.

       O ser humano atravessa o tempo, construindo, através de várias experiências e aprendizado sua história, cada um no seu jeito e cada um no seu tempo.

       A Vida deve ser constantemente considerada e levada a alto nível de consciência para que aconteça da melhor forma possível entre as mais variáveis circunstâncias a que é sujeita no tempo.

       Pensando no trabalho realizado durante o processo da Vida, o ser humano nasce totalmente dependente de auxílio até os primeiros passos e daí em diante segue o percurso para formação pessoal e profissional. Torna-se uma pessoa independente na fase adulta, se constrói financeiramente, constitui família a se expande ainda mais socialmente.

       O que pode acontecer se esta pessoa tiver alguma interrupção neste processo por causa de doença, acidente ou ainda se vier a faltar. Portanto, pensado em soluções para dar continuidade ao processo da vida; seja para a própria pessoa ou seu grupo social é que se faz necessário a prevenção com o Seguro de Vida.

O Seguro de Vida e sua importância

       Diante deste processo construtivo do ser humano, podemos pensar que a dimensão financeira é a base de sustentação de uma vida digna. Logicamente a questão financeira não substitui uma vida, mas adquirir um seguro de vida é uma ação inteligente e preventiva para garantir a proteção de todo planejamento financeiro de uma pessoa e sua família na ocorrência de alguma eventualidade indesejada como algum acidente que possa causar invalidez permanente ou temporária, se for acometido de alguma doença grave ou ainda o próprio falecimento.

       O Seguro de Vida é a proteção que pode proporcionar meios para que a pessoa e/ou familiares consigam seguir em frente em sua existência e alcançar seus objetivos sendo talvez até poupados de outras preocupações. Este é também um gesto de grande consideração com sigo próprio e com os familiares.

       Deve ser dada a devida importância às características do Seguro de Vida que se contrata, ou seja, é preciso estar atento ao Seguro de Vida adequado as necessidades e enquadramento da Pessoa e não simplesmente fazer por fazer! Pois, estamos falando de Vida!

       Cabe a cada um se perguntar se no caso uma fatalidade acorrer: Como eu poderei continuar?! Ou ainda: Como ficaria minha amada família?!

       O Seguro de Vida não deve ser algo que lembre a palavra morte, assim como pensam muitos, ao contrário, deve ser pensado como algo que dará possibilidades de continuidade da vida em melhores condições de que se não tivesse este seguro, se no caso algo desagradável acontecer.

       Contrate um Seguro de Vida!